Cuidado com idosos e pessoas com deficiências durante a pandemia é tema de seminário online

Na manhã da última segunda-feira, 25, foi transmitido ao vivo o seminário online “A organização do cuidado dos idosos em ILPI (Instituição de Longa Permanência para Idosos) e das pessoas com deficiência nas unidades de acolhimento durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus”. O evento, promovido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro e Ministério Público e realizado online devido às medidas de prevenção contra a Covid-19, chegou ao pico de mais de 600 espectadores simultâneos.

O objetivo do evento envolvia a aproximação das secretarias municipais de assistência social e de saúde, responsáveis por ILPIs e unidades similares, dentre outros atores, às diretrizes e esforços que as instituições envolvidas vêm elaborando acerca do tema. Participaram da mesa de abertura a coordenadora e a subcoordenadora das Promotorias de Justiça de Proteção ao Idoso e à Pessoa com Deficiência, Cristiane Branquinho e Renata Scharfstein, a subsecretária de estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH-RJ), Cristiane Lamarão, a subsecretária de Gestão da Atenção Integral à Saúde (SGAIS/SES-RJ), Odete Carmen Gialdi e a subsecretária de Vigilância em Saúde (SVS/SES-RJ), Cláudia Mello.

Sobre o encontro virtual, Cláudia destacou a necessidade de engrandecimento do tema. “Desde o início da pandemia, venho conversado muito com a dra. Cristiane e com a dra. Renata sobre essa temática. Em todas as reuniões da SVS esse assunto vem à tona. Temos tentado fazer uma interlocução ativa da SES com as vigilâncias”, declarou. Em sua fala, a subsecretária Odete Gialdi afirmou: “em nenhum outro momento sentimos tão forte a necessidade de unir tantos pontos de cuidado. É essencial construir uma rede de cuidado integrada tanto para dentro do sistema de saúde, que começa com a Atenção Primária em Saúde, como fortalecer a intersetorialidade entre saúde, serviço social e outros setores.”

Seminário contou com exposições técnicas e respostas a dúvidas

Após a mesa de abertura, a chefe dos Serviços de Saúde do Departamento de Vigilância Sanitária de São Gonçalo e gerente do Segmento da Subvisa do município do Rio de Janeiro, Maria Claudia Castelo, elaborou sobre as orientações técnicas para ILPIs que apresentam como cuidar do idoso no contexto atual. A seguir, Maria Giseli Ferreira representou a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, parte da Superintendência de Atenção Especializada, Controle e Avaliação (SAECA/SES-RJ). “A Superintendência tem o olhar focado nas redes de atenção à saúde. A rede da qual faço parte atende pessoas com deficiências de média e alta complexidade”, elucidou Ferreira, que seguiu explorando as diretrizes e orientações para o combate ao coronavírus para este segmento.

O evento prosseguiu com as falas do diretor do Departamento Científico de Enfermagem Gerontológica da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn-RJ), Romulo Delvalle, e do pesquisador do Laboratório de Pesquisa em Envelhecimento Humano (GeronLab), Virgílio Garcia Moreira. Finalizando o evento, perguntas enviadas por e-mail para a organização do seminário foram feitas para os participantes. A superintendente de Atenção Primária à Saúde (SAPS/SES-RJ), Thais Severino, respondeu alguns questionamentos e destacou o papel da gestão da SES-RJ no assunto da manhã. “Em março, lançamos a primeira versão do Plano de Contingência ao coronavírus da Atenção Primária à Saúde do estado. Esta versão já contava com integração da atenção do idoso com a Atenção Primária, e muitos municípios se baseiam neste plano. Estamos realizando reuniões semanais com municípios para acompanhar intervenções e discutir os contextos de todas as regiões do estado na pandemia”, elaborou a superintendente.

O seminário completo encontra-se disponível no canal do Instituto de Educação Roberto Bernardes Barroso (IERBB/MPRJ) no YouTube. Para acessá-lo, clique aqui.

FIQUE POR DENTRO