Covid-19: orientações para imigrantes e refugiados

Após o lançamento do guia digital “A saúde no SUS é direito de todos”, com orientações para imigrantes e refugiados, a Secretária de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) disponibiliza a publicação em três idiomas – Inglês, Espanhol e Francês – para ampliar o acesso dos estrangeiros às informações sobre a Covid-19.

Seguindo os princípios de universalidade, equidade e integralidade do Sistema Único de Saúde (SUS), as versões foram elaboradas por meio de parceria da Superintendência de Atenção Psicossocial e Populações Vulneráveis (SAPV) da SES-RJ com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur/ONU). A elaboração do material é uma iniciativa do Comitê Estadual de Saúde da População Imigrante e Refugiada, contando com a participação de seus integrantes em sua construção.

O guia digital para imigrantes e refugiados apresenta informações sobre os sintomas da infecção pelo novo coronavírus, especialmente os sinais de agravamento, e também indica quando e onde buscar atendimento. Além disso, reforça que o atendimento no SUS é gratuito e garantido a todas as pessoas que estejam em território nacional, inclusive os estrangeiros, independentemente de sua condição de permanência no país ou da falta de um documento de identificação.

Acesse:

A Saúde no SUS é direitos de todos: orientações para imigrantes e refugiados

Health in SUS is everyone’s right: guidelines for immigrants and refugees

La salud en el SUS es un derecho de todos: directrices para inmigrantes y refugiados

La santé dans le SUS est un droit pour tous: lignes directrices pour les immigrants et les réfugiés